Falar de fibra óptica em Caldas Novas, não é mais novidade.  Nossa cidade está passando por transformações bruscas, novas tecnologias estão mais acessíveis, o que permite a chegada de novos negócios e oportunidades para empresários e empreendedores e isso tudo, é claro, se traduz em mais benefícios para nossa população. Progresso e tecnologia para todos, já!

No meio de tantas empresas e serviços novos chegando a nossa cidade, nós, aqui na Lanteca Telecom, ficamos felizes porque isso indica que estamos na direção certa. Por isso nós produzimos esse artigo que fala detalhadamente sobre o que é essa tecnologia incrível para que você conheça bem e, na hora de contratar, esteja por dentro do assunto. As vezes parece meio técnico demais, ma não desista da leitura, ela vai contribuir demais para o seu crescimento e conhecimento.

Viu?  Lanteca também é cultura.

Fibra Óptica: Esse trem é de comer ou de passar no cabelo?

Fibra ótica, ou fibra óptica, refere-se ao meio e à tecnologia associada à transmissão de informações como pulsos de luz ao longo de um fio ou de fibra de vidro ou de plástico. A fibra ótica é usada em redes de dados de longa distância e alto desempenho.

As fibras ópticas também são comumente usadas em serviços de telecomunicações, como internet, televisão e telefones. Empresas como a Vivo, Oi, Sky  e nós, é claro, aqui na Lanteca Telecom, utilizam esta tecnologia para fornecer mais velocidades e qualidade de Internet aos seus usuários.

Antes da dos cabos de fibra ótica eram usados os cabos feitos de cobre que tem capacidade limitada de transmissão de dados, como  o uso da tecnologia de fibra a largura de banda mais alta e velocidades de transmissão é aumentada incrivelmente.

Um cabo de fibra óptica pode conter um número variável de fibras de vidro – de algumas a algumas centenas. Ao redor do núcleo de fibra de vidro está outra camada de vidro chamada revestimento. Uma camada conhecida como tubo tampão protege o revestimento, e uma camada de camisa atua como protetora final para o fio individual.

Como essa fibra funciona

A explicação a seguir é um  pouco técnica, mas se você ler devagarinho dá pra ter uma boa ideia. Colocamos esta explicação dessa forma para não deixar nenhuma informação importante passar. Vai lendo com calma.

As fibras ópticas transmitem dados na forma de partículas de luz – ou fótons – que pulsam através do cabo. O núcleo de fibra de vidro e o revestimento têm um índice de refração diferente que curva a luz recebida em um determinado ângulo.

Quando os sinais de luz são enviados através do cabo de fibra óptica, eles refletem o núcleo e o revestimento em uma série de saltos em zig-zag, aderindo a um processo chamado reflexão interna total. Os sinais de luz não viajam na velocidade da luz por causa das camadas de vidro mais densas, ao invés disso, viajam cerca de 30% mais lentamente que a velocidade da luz.

Para renovar ou aumentar o sinal ao longo de sua jornada, a transmissão por fibra óptica às vezes requer repetidores a intervalos distantes para regenerar o sinal óptico convertendo-o em um sinal elétrico, processando esse sinal elétrico e retransmitindo o sinal óptico.

Os cabos de fibra óptica estão avançando no sentido de suportar sinais de até 10 Gbps. Normalmente, à medida que a capacidade de largura de banda de um cabo de fibra óptica aumenta, mais caro ele se torna.

Ufa! Entendeu tudinho, né?

Tipos de cabos de fibra ótica

Fibra multimodo e fibra monomodo são os dois principais tipos de cabos de fibra ótica.

A fibra monomodo é usada para distâncias maiores devido ao diâmetro menor do núcleo da fibra de vidro, o que diminui a possibilidade de atenuação – a redução na intensidade do sinal. A abertura menor isola a luz em um único feixe, que oferece uma rota mais direta e permite que o sinal percorra uma distância maior.

A fibra monomodo também possui uma largura de banda consideravelmente maior que a fibra multimodo. A fonte de luz usada para fibra monomodo é tipicamente um laser . A fibra monomodo geralmente é mais cara, pois exige cálculos precisos para produzir a luz do laser em uma abertura menor.

Saiba se está na hora de trocar o seu roteador Wi-Fi e entenda como turbinar sua rede.

A fibra multimodo é usada para distâncias mais curtas porque a abertura maior do núcleo permite que os sinais de luz reflitam e reflitam mais ao longo do caminho. O diâmetro maior permite que vários pulsos de luz sejam enviados pelo cabo ao mesmo tempo, o que resulta em mais transmissão de dados. Isso também significa que há mais possibilidade de perda, redução ou interferência de sinal. As fibras ópticas multimodo geralmente usam um LED para criar o pulso da luz.

Enquanto os cabos de cobre eram a escolha tradicional para telecomunicações, redes e conexões de cabos há anos, as fibras ópticas se tornaram uma alternativa comum. A maioria das linhas interurbanas da companhia telefônica agora é feita de cabos de fibra óptica. A fibra óptica carrega mais informações do que o fio de cobre convencional, devido à sua maior largura de banda e velocidades mais rápidas. Como o vidro não conduz eletricidade, as fibras ópticas não estão sujeitas a interferências eletromagnéticas e as perdas de sinal são minimizadas.

Vantagens e desvantagens

Os cabos de fibra ótica são usados ​​principalmente por suas vantagens sobre os cabos de cobre. As vantagens incluem:

  • Suporte de maiores capacidades de largura de banda;
  • A luz pode viajar ainda mais sem precisar de um aumento de sinal;
  • Eles são menos suscetíveis a interferências, como interferências eletromagnéticas;
  • Eles podem ser submersos em fibra óptica de água e são usados ​​em ambientes de maior risco, como cabos submarinos;
  • Os cabos de fibra ótica também são mais fortes, mais finos e mais leves que os cabos de cobre;
  • Eles não precisam ser mantidos ou substituídos com tanta frequência.

No entanto, é importante observar que as fibras ópticas têm desvantagens que os usuários devem conhecer antes de lidar com elas. Essas desvantagens incluem:

  • O fio de cobre geralmente é mais barato que a fibra óptica;
  • A fibra de vidro também requer mais proteção dentro de um cabo externo que o cobre;
  • A instalação de novos cabos exige muito trabalho;
  • Os cabos de fibra ótica costumam ser mais frágeis. Por exemplo, as fibras podem ser quebradas ou um sinal pode ser perdido se o cabo for dobrado ou curvado em torno de um raio de alguns centímetros.

Utilizações de fibra óptica

A rede de computadores é um caso de uso comum de fibra óptica devido à capacidade da fibra óptica de transmitir dados e fornecer alta largura de banda. Da mesma forma, a fibra ótica é frequentemente usada na transmissão e na eletrônica para fornecer melhores conexões e desempenho. Internet e televisão a cabo são dois dos usos mais comuns da fibra óptica. As fibras ópticas podem ser instaladas para suportar conexões de longa distância entre redes de computadores em diferentes locais.

As indústrias militares e espaciais também fazem uso da fibra óptica como meio de comunicação e transferência de sinal, além de sua capacidade de fornecer sensores de temperatura. Os cabos de fibra ótica podem ser benéficos devido ao seu peso mais leve e tamanho menor.

A fibra óptica é frequentemente usada em uma variedade de instrumentos médicos para fornecer iluminação precisa. Também permite cada vez mais sensores biomédicos que auxiliam em procedimentos médicos minimamente invasivos. Como a fibra óptica não está sujeita a interferências eletromagnéticas, é ideal para vários testes, como exames de ressonância magnética. Outras aplicações médicas para fibras ópticas incluem imagens de raios X, endoscopia, fototerapia e microscopia cirúrgica.